Sem poesia, a vida seria a morte.


quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Logo vou te encontrar..

Mas a dúvida vai além de saber com que roupa eu vou..
Qual o sorriso que me cobre?
Preciso escolher que palavras vão estar na minha boca além do tom do batom?
Qual a cor da minha voz quando eu for dizer teu nome?

A única coisa que já me escolheu
Foi o brilho dos meus olhos..esse já está em mim..

Mas o que mais me inspira é escolher com qual coração eu vou..

Posso levar meu coração partido e te pedir: conserta. Mas esse não me serve mais..
Posso levar meu coração cheio de abismos e te pedir: salva-me. Mas esse está muito velho..
Pensei até em levar meu coração criança e te pedir: ensina-me. Mas esse está muito pequeno..

Mas experimentei meu coração vazio, tem espaço e uma linda vista..e te convido..entra..
CQ

3 comentários:

  1. A primeira impressão,
    A primeira taça...
    Um sinal, um sim , um não
    Inseto preso na vidraça na ilusão do sol perfeito.
    Eu tenho ficado tão só e nem sei se isso vai mudar; na solidão das horas espero a noite passar e me trazer o imperfeito sol.
    Bj.

    ResponderExcluir
  2. Sim, os pés são meus. Brancos e imperfeitos.

    ResponderExcluir